sábado, 18 de novembro de 2017

É impossível ser feliz sozinho?

Somos orientados, desde a infância, a buscar o sucesso no trabalho e na vida afetiva, de modo que, a solidão virou um tabu em nossa sociedade.


Nossa cultura está repleta de elementos "românticos", induzido os indivíduos a buscar uma parceria afetiva, como sinônimo de felicidade.

No cinema e na literatura, são raros os casos em que os protagonistas não têm uma parceria.
As músicas, geralmente falam de relacionamentos, ou de sentimentos oriundos de relações fracassadas ou felizes.

Poucos ousam questionar estes modelos porque os que optam por não compartilhar suas vidas são duramente criticadas. 

Tenho notado o surgimento de uma nova classe de pessoas, que optaram (sim, optaram, escolheram conscientemente) viverem sozinhas.

Os neo-solteiros são pessoas lindas, inteligentes, sagazes,  muito bem resolvidas, em todas as áreas da vida. Inclusive sexualmente.


Viver sozinho não implica em viver isoladamente , dentro de uma bolha (embora algumas pessoas prefiram); também não é patológico; significa apenas que algumas pessoas não querem mais viver relacionamentos abusivos ou desgastados por brigas intermináveis.


Implica em vivenciar a liberdade de tomar decisões sem a necessidade de consultar alguém; ou o dever de compartilhar cada passo da sua vida com alguém; ou o desejo de não ser vítima de crises de ciúmes intermináveis; ou cansaram de pessoas que só queriam brincar com seus sentimentos; ou simplesmente o desejo de não amar.

Estas pessoas tem mais tempo para se dedicar ao aprimoramento da carreira, ou à prática esportiva, ou à prática religiosa, viagens, passeios, amigos, lazer, atividades culturais, etc. E nisto reside sua felicidade: na liberdade.

É claro que esta opção de vida tem também alguns fatores negativos, mas quando colocados numa balança, os aspectos positivos pesam mais.

Para concluir, eu diria que: É possível ser feliz sozinho, sim.

Não disse que é fácil, mas a vida a dois também tem lá suas complicações. 
É simplesmente uma questão de escolha.

Se você não concorda com esta opção de vida, não precisa ser hostil, apenas peço que respeite quem fez esta escolha.

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Facebook

Linkdin

Twitter

Seguidores