Quando a paixão começa - sintomas da paixão

As vezes, basta um olhar, uma troca de palavras, um toque, um gesto... e os "corações" pegam fogo.
A palavra "coração" foi colocada entre aspas propositalmente, pois a paixão não começa no coração, e sim, no cérebro, pois os sintomas clássicos da paixão (taquicardia, respiração curta, dilatação da pupila, etc) são resultantes de combinações químicas que ocorrem em algumas regiões do cérebro.
Quando um "certo alguém" cruza teu caminho,  os centros da recompensa do cérebro intensificam a produção de dopamina, substância responsável pelo bem estar emocional, favorecendo os comportamentos de aproximação. Nesta fase é comum que as pessoas façam mudanças sutis ou radicais na aparência, mudem alguns hábitos ou mesmo que fiquem mais distraídas. 
  • O efeito da dopamina no cérebro é o mesmo da cocaína: provoca bem estar e quando não está disponível, provoca crise de abstinência, por isso que o contato com a pessoa amada produz sensação de bem estar.  
  • A produção de  feniletilamina,  contribui para a formação de novas memórias e isto faz com que os apaixonados se recordem de detalhes minúsculos. 
  • A produção de oxitocina (nas mulheres) e vasopressina (nos homens), favorece a criação de um vínculo mais sólido e duradouro, levando os apaixonados a desenvolverem comportamento de aproximação. 
  • Em contrapartida, há uma redução na produção de serotonina, o hormônio responsável por reduzir os níveis de estresse. Por conta disso, as pessoas apaixonadas tendem a apresentar ansiedade acima da sua média, nos primeiros meses, desenvolvendo pensamentos obsessivos e ideias compulsivas, como no Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).
  •  A testosterona também esta nos dois organismos, porém é menor nas mulheres.  Seu efeito é notado pelo aumento da libido na mulheres e  sua queda provoca menos agressividade nos homens.
Psicóloga, sp, bradesco, sulamerica, amil, allianz, Golden cros, por reembolso, sp, vila mariana, metro ana rosa, terapia de casal, como superar fim do namoro, como eviar estresse no trabalho, consulta psicológica, psicologa, agendamento de consulta, preços de terapia, psicoterapia, atendimento, psicoterapico,psicoterapia, psicologa, psicologo, psicanalista, gestalt, terapia cognitivo comportamental, testes, avaliações, quanto custa consulta, atendimento, psicologico, psico, estresse, psicologa, tratamento, convenio,  terapia de casais,depressao, estresse, ajuda emocional, convenio psicologico, marcar consulta, sao paulo psicologa, preco de consulta, valor da consulta psicologa,primeira consulta psicologica gratis, terapia, psicoterapia, psicologia, tratamento para depressao, tratamento para ansiedade, dificuldade de relacionamento, crianças, adultos, idosos, casais, grupos, palestras, estresse, obesidade, ciúme, amor, namoro, casamento, sexo, sexualidade, luto, patologia tratamento, clinica de psicologia, consultorio psicologia, convenio psicologa, consultorio psicologigo vila mariana, bradesco saude, amil, unimed, golden cross, reembolso, omnit, psicologa na vila mariana, psicologa que atende amil em Sp, psicóloga que atende saúde bradesco em sp, Psicologa que atende Sul America em Sp  psicologo,psicólogo,psicóloga,psicologa,psicoterapia,psicoterapeuta, terapia,cognitiva,cognitivo,comportamental,psicanálise,gestalt, Psicanálise,  Psicoterapia Junguiana Terapia individual, terapia de casal, família, crianças de qualquer idade a terceira idade. Terapia Cognitiva Comportamental, Coaching,  Terapia de casal, Psicoterapia infantil  qualquer idade  Neuropsicologia e Avaliação Neuropsicológica


Por conta destas tempestades hormonais, as pessoas enamoradas se arrumam mais, se perfumam, emagrecem, procuram se aproximar de seu objeto de desejo de todas as formas.  Este processo de apaixonamento costuma levar as pessoas à loucura, pois com a perda parcial do senso crítico há uma tendência à distorção dos fatos. Os apaixonados tendem a interpretar de forma ampliada os estímulos que se referem ao parceiro afetivo e minimizar os que exigem o uso da lógica.


Na prática isto pode significar crises de ciúme, possessividade, vinculação excessiva, exclusivismo, dominação, dentre outros comportamentos inadequados. E isto porque, segundo Fisher (2004) o comportamento do parceiro afeta diretamente seu par. E quando algo nos afeta, formamos um vínculo em maior ou menos escala (afeto significa afetar, impactar, causar alguma reação em algo ou alguém).
Fisher também salienta que há uma tendência à empatia mútua: é muito frequente que um dos parceiros "sinta" o que o outro sente. isto ocorre porque algumas partes do cérebro (responsáveis pela formação e manutenção do vínculo) estão hiperativas. Dentre estas áreas, podemos citar: o sistema límbico (circuito de Papez), o hipotálamo.
As regiões cerebrais responsável pelo alertas e medo  e o córtex cingulado, responsável pelo senso crítico, estão parcialmente desligadas na paixão, e isto leva alguns apaixonados a se envolverem em comportamentos de risco. Gastar excessivamente para agradar o parceiro, sem temer o que pode acontecer pode ser um clássico exemplo!!
Fazendo uma triste analogia: os casais apaixonados se comportam de forma próxima aos dependentes químicos, que sentem prazer ao entrar em contato com o objeto da sua dependência, e sensação de abstinência quando o objeto está ausente. No caso dos apaixonados, esta abstinência pode ser comparada àquela saudade enorme que bate quinze minutos depois que o parceiro vai para sua casa.
Este apego tem prazo de validade. 
Fisher aponta que este apaixonamento é um estado transitório que dura de 12 a 24 meses, tempo suficiente para que os pares se conheçam, e que esta vinculação se transforme em intimidade e compromisso, se transformando em AMOR.
Para saber mais sobre amor, leia o post "Vamos falar de amor"
Porém, isto nem sempre acontece. Em alguns casos, a vinculação acaba cedo demais em um dos pares, deixando o outro numa situação de insegurança. Nesta fase, as características negativas do outro tendem a aparecer, e isto pode assumir uma forma de desvinculação. Por isso, as brigas tendem a ser frequentes, e muitas vezes envolvem até as famílias. Quando isto ocorre, é importante que ambos tenham clareza do que está acontecendo, assumindo que se a paixão acabou unilateralmente, pouco poderá ser feito para reverter, pois como foi dito, trata-se de um processo biológico.Se sobraram bons sentimentos como a admiração, o companheirismo, a intimidade, o comprometimento, é possível contornar esta situação e viver uma relação saudável e duradoura (como muitos casais). Se não sobrou anda além do desrespeito, da exploração, da deslealdade... bem.... é hora de pensar se vale a pena investir no resgate desta relação. As vezes o recomeço pode ser mais produtivo e menos desgastante emocionalmente.

Diferenças entre homens e mulheres
Alguns estudos apontam que a paixão tende a ser mais intensa nos homens, que nas mulheres. Nos homens a paixão em geral é mais intensa e fulminante, porém pode durar pouco; na mulheres ao contrário pode durar mais tempo, embora leve mais tempo para se instalar.
Mas isto nem sempre seja percebido de forma observável, pois algumas pessoas conseguem disfarçar esta tempestade hormonal por meio de "atitudes bem comportadas" . 
Referências:
FISHER, Helen. Porque Amamos. a natureza e a química do amor romântico. Buenos Aires; 2004.
Maris. V. Botari - Psicóloga
(11) 99984-9910
psicologamaris@gmail.com

Frustração: O que é e como lidar

*Psicologa Sulamerica*


"A vida não pode ser um contagotas na tua mão
Uma chuva que não chove, um sol que não sai

A vida não pode ser medida com precisão

Motor que não se move, nuvem que não se vai"

(Humberto Gessinger - Nuvem)



Em algum momento da vida, nos deparamos com obstáculos que impossibilitam a execução de uma tarefa, ou a conclusão de um projeto; nestes casos, a frustração pode ocorrer, dependendo da quantidade de investimento emocional envolvida.

*Psicologa Sulamerica*

O diagrama acima mostra de maneira aproximada, de que forma o sentimento de frustração aparece.

No primeiro momento, há uma ideação: você planeja algo que poderá lhe agregar algum ganho material e/ou afetivo, e investe seu tempo, dinheiro e emoção para conseguir levar adiante seus anseios. Nesta fase, em geral, é comum que os indivíduos busquem informações sobre como conseguir êxito.

No segundo momento, os obstáculos aparecem, e o sentimento de frustração pode aparecer, seguido ou não de raiva.

Situações mais frequentes:

Frustração no trabalho:

Exemplo - Possibilidade de promoção que não ocorreu: a vaga prometida foi preenchida por outro colega. Neste caso, alguns indivíduos tendem a questionar sua formação, sua competência e até mesmo seu caráter, o que pode gerar confusão de identidade, tanto pessoal, quanto profissional. Surgem questionamentos do tipo: "será que estou na profissão certa?" "se eu tivesse agido desta ou daquela forma teria conseguido?" Estes questionamentos, em geral levam ao rebaixamento da autoestima e à distorções cognitivas (pensamentos equivocados).

Como lidar:
Tente analisar a situação de forma racional e com certo distanciamento: "Será que eu estava devidamente preparado para aquela vaga?"; "Faltou comunicação?"; "Eu esperei demais?".

Tente argumentar com os responsáveis de maneira sensata, sem vitimização: 
"Eu entendo que outra pessoa foi promovida para a vaga, mas gostaria de saber quais as habilidades necessárias para o cargo, para que eu possa adquiri-las, e quem sabe, merecê-la, no futuro".

Evite situações que envolvam sentimentalismo e ou pessoalidades: o simples fato do chefe almoçar com você, não significa que você será promovido. Outras habilidades contam, nestes momentos.

A raiva pode levar alguns indivíduos a autossabotagem, impedindo-os de executarem suas funções com a responsabilidade exigida. É compreensível, que algumas pessoas tenham dificuldades em lidarem com a promoção de um colega que não gostem. Esta dificuldade pode se relacionar com o sentimento de diminuição perante o outro. Uma alternativa para lidar com isso é rever os sentimentos em relação ao ambiente de trabalho, às tarefas, etc., reduzindo a importância do trabalho na sua vida, buscando fora do trabalho, outras formas de gratificação.


Frustrações na vida afetiva

Quando um indivíduo conhece alguém que lhe desperte interesse, é comum que passe a idealizar situações gratificantes que possam ser vivenciadas a dois, onde os interesses possam ser compartilhados.

Esta busca pelo prazer é uma condição do ser humano, porém nem todas as situações se desenrolam da forma que foram idealizadas: o parceiro (a) afetivo pode deixar a desejar na forma como estabelece contato (frequência, meio de comunicação), na forma como se veste, como fala, como pensa, como age, etc. Isto pode gerar grandes ou pequenas frustrações.

Salvo algumas  exceções, estas frustrações só ocorrem porque houve idealização excessiva em algum momento. E isto tem relação com a expectativa exagerada de encontrar alguém que "preencha um vazio". Ora, esperar que o outro supra deficits que lhe pertencer é sempre o caminho mais curto para chegar a frustração, pois não se deve colocar a responsabilidade pelo bem estar emocional nas mãos de quem quer que seja.

No entanto, algumas frustrações nesta área da vida surgem como surpresa: de repente, o parceiro (a) foi pego cometendo um ato reprovável, como traição ou algo que assuma proporções inesperadas. Neste caso, não se trata de idealização excessiva, mas sim, de quebra de confiança,  que coloca a relação em xeque. Lidar com estas frustrações não é tarefa fácil uma vez que a imagem do parceiro (a) terá que ser reconstruída e este processo é longo, e nem sempre vale a pena. As vezes é melhor romper a relação, vivenciar o luto e seguir adiante.

Frustrações na vida acadêmica

Na vida de estudante, as frustrações são algo corriqueiro para quem espera um bom desempenho. As vezes, os alunos dão o melhor de si, e mesmo assim, não conseguem boas notas.

Nestes casos, a única forma de lidar com as frustrações é pensar em fazer o que for possível para conseguir a aprovação, sem tentar ser o melhor da sala ou superar o colega. Focar nos próprios estudos e no próprio desempenho é uma boa alternativa.

Conclusão.

A Frustração é o sentimento inerente ao desejo não realizado, ocorrendo sempre que uma idealização ou expectativa foi abortada. A raiva pode surgir como emoção colateral.
As formas mais indicadas de lidar com situações frustrantes são: mudança de foco, busca de novas alternativas, assumir a responsabilidade pelos próprios atos.






Infidelidade: O que é e como ldar

Considera-se Infidelidade todo comportamento que viola as regras de compromisso com alguém. Isto pode ocorrer em vários contextos, com o familiar, o social, o profissional, etc. Neste artigo pretendo tratar da Infidelidade conjugal, de forma aproximada e sem esgotar o assunto.

Psicologa, Bradesco, amil, sulamerica, vila mariana, sp, terapia cognitivo-comportamental

A infidelidade conjugal pode assumir muitas formas,  desde que o parceiro (a) esteja violando as regras do relacionamento.  Podem ser incluídas nesta categoria desde simples paqueras virtuais, até abandonos de lares.

Existem vários tipos de envolvimento extraconjugal: mesmo onde não exista envolvimento sexual, a infidelidade pode se caracterizar pela manifestação de interesse em outra pessoa. Isto não significa que pensar em outro seja um ato de traição, desde que este pensamento não tome forma e se transforme numa traição verdadeira. É possível reunir força de vontade e reprimir estes pensamentos, mantendo o compromisso com o parceiro (a) mesmo diante das maiores tentações.   

Porque ocorrem atos de infidelidade?

Vou abrir um parênteses aqui e ampliar a discussão para um contexto macro, considerando algumas variáveis sócio-históricas e culturais.

As relações monogâmicas nem sempre foram os padrões de relacionamentos. Nas antigas sociedades helênicas, alguns povos (como as amazonas) se juntavam apenas para fins de procriação. No antigo Egito, os casamentos eram estabelecidos em família para garantir a manutenção do poder e do status quo de uma dinastia. Na antiga Grécia os matrimônios eram estabelecidos apenas para procriação e era comum que os homens mantivessem relações amorosas com outros homens fora do casamento. Já na roma antiga, o casamento tinha como finalidade estabelecer a ordem social, definindo patriarcados e garantindo que as riquezas, bem como o status quo, se perpetuassem entre os descendentes.

Com o advento do cristianismo, que foi criado com a finalidade de sintetizar as antigas religiões pagãs, a monogamia se tornou o modelo padrão de relacionamentos. Isto não significa que as uniões fossem baseadas em amor. Na maioria dos casos, eram pactos com objetivo de perpetuar riquezas e poder. Deste modo, quando havia atração por outra pessoa, os relacionamentos só poderiam ser vivenciados na forma de adultério.

Infidelidade no século XXI

Dois milênios depois: Nas sociedades ocidentais, são raros os casamentos feitos por imposição; as relações são iniciadas (supostamente) por amor; pode-se escolher livremente o cônjuge.....e a infidelidade continua a ser praticada. O que acontece?

A teoria biológica

Algumas correntes da biologia defendem que o ser humano não consegue manter-se monogâmico porque: o homem teria que espalhar o maior número de espermatozoides possíveis para garantir a procriação e a perpetuação da espécie; a mulher teria um número limitado de óvulos e precisaria de um número razoável de relações sexuais para garantir a procriação.

Ok. 

Partindo do pressuposto que estas teorias estejam corretas, ela deve ser complementada pela Neurociência, cujos estudos recentes mostram que o desenvolvimento de nosso cortéx pré-frontal nos possibilita colocar freio nos impulsos primitivos, raciocinar sobre nossos atos e tomar decisões acertadas. isto nos difere de outras espécies animais.

Uma vez que somos dotados da capacidade de reprimir nossos impulsos primitivos, os atos de infidelidade, ocorrem na maioria das vezes, de forma deliberada (salvo em raras exceções).

Os aspectos culturais

Ora, se a infidelidade seria, então, um ato deliberado, um exercício da vontade, quais as variáveis que colaboram para que ela ocorra?

Levanto aqui a hipótese de que são variáveis culturais, especialmente no mundo ocidental. Dentre tais variáveis, podemos encontrar: as músicas, os filmes, as novelas, as revistas, a internet, etc.

A busca da beleza
Observa-se que tais meios de comunicação apregoam insistentemente a necessidade de ter um corpo perfeito, saúde, beleza e juventude, como sinônimo de vida afetivas/sexual perfeita. Isto leva algumas pessoas a buscarem a perfeição física, e consequentemente, aceitação. Em alguns casos, o sentimento de menos-valia é tão grande, que o indivíduo busca a aceitação de vários pares afetivos. E isto leva, obrigatoriamente a atos de infidelidade, pois quanto mais o número de parceiros o indivíduo conseguir, melhor se sentirá.

A busca do amor
Outro ponto que não pode ser ignorado, é a busca pelo amor eterno, puro e verdadeiro, cantado em versos, contado em prosa.

Os contos de fada, as novelas, e alguns filmes, algumas músicas, pressupõem que o amor verdadeiro seja condição única para a felicidade. Algumas pessoas acreditam, e quando percebem que seu relacionamento está esfriando, começam a buscar novos relacionamentos para garantir as emoções e o bem estar que uma relação afetiva proporciona no começo. Tais indivíduos, geralmente buscam diversos tipos de relacionamento, engatam uma relação em outra, e não concebem a ideia de não ter alguém "que os faça feliz".

Ora, a felicidade então estaria nas mãos de outra pessoa? 
Colocar a felicidade nas mãos do outro indica pobreza psicológica e falta de capacidade de lidar com as próprias emoções. Um indivíduo deve adquirir maturidade emocional para lidar com as próprias emoções.


Como lidar

Se você está vivenciando um ato de infidelidade com provas concretas:
  • tente conversar com seu (sua) parceiro (a) sobre as implicações deste ato para a manutenção e o futuro da relação;
  • avalie friamente se o seu relacionamento deve ser mantido ou interrompido, pois houve quebra no vínculo de confiança, que somente com muito esforço poderá ser reconstruído;

Se você já vivenciou,  decidiu manter a relação, mas não consegue esquecer.
  • Avalie friamente se o (a) parceiro (a) está se empenhando em manter-se fiel;
  •  Observe se a relação de cuidado intimidade e comprometimento está preservada;
  • Evite desconfianças infundadas e pensamentos tudo-ou-nada: o simples fato do (a) parceiro manter relações cordiais com pessoas supostamente interessante, não significa que haverão novos atos de infidelidade;
  • Se decidiu perdoar, faça-o de forma irrestrita: não existe perdão pela metade;
  • Se não consegue perdoar, talvez seja o momento de buscar ajuda psicoterápica. Em alguns casos, conflitos pessoais podem atrapalhar o julgamento correto sobre o comportamento do outro.

Não assuma a culpa. Lembre-se que se o outro é responsável pelos seus sentimentos, desejos e vontades, portanto cabe a ele o poder de decisão sobre trair ou não. Logo, se houve traição a escolha foi dele, não sua. Mesmo quando há desgaste na relação e isto leva a atos de infidelidade, a responsabilidade do desgaste compete a ambos, pois a relação nunca é unilateral. Um casal deve saber compartilhar alegrias e angústias. Mesmo quando o infiel se queixa de que não recebeu amor suficiente, compete a ele encontrar formas saudáveis de contornar esta situação, sem recorrer a métodos primários como chantagens emocionais ou infidelidades.

Pagar na mesma moeda. Não é aconselhável porque:
  • Você estaria colocando a responsabilidade pela sua felicidade nas mãos de outra pessoa, que pode estar realmente buscando algo mais numa relação;
  • Pode garantir satisfação imediata, mas certamente remeterá à sensação de vazio, por não conseguir encontrar formas mais maduras de lidar com o problema (ou seja, você terá dois problemas, ao invés de um);
  • Impede que se adquira maturidade suficiente para lidar com situações dolorosas.


Conclusão

A descoberta de um ato de infidelidade é um dos piores momentos na vida de uma pessoa, podendo levar a depressão, isolamento, doenças ou até mesmo a morte. 

Importante ressaltar que, apesar de dolorosa, não é o fim, pois uma vida pode ser reconstruída, se houver capacidade de superação suficiente para lidar com este problema.



Pessoas que amam demais

Pessoas que amam demais

psicologa bradesco sp, psicologa amil sp psicologa sul america, sp, casal adultos, crianças


Dizem os poetas que o amor é algo sublime, difícil de ser explicado. A neurociência afirma que é um conjunto de manifestações químicas que provoca bem estar no organismo, favorecendo a saúde física e o bem estar emocional. Freud diria que é pulsão de vida, ou seja é a canalização da libido em um objeto.

Mas para algumas pessoas é fonte incessante de sofrimento e angústia. O que há de errado?

A priori, não há nada errado em amar, mas sim em amar demais!

O que é amar demais?

É se entregar a uma relação afetiva, onde a outra parte não corresponde na mesma proporção, as vezes fazendo exigências abusivas, levando ao desgaste e ao adoecimento.

As pessoas que amam demais são aquelas que não medem esforços para agradar seu parceiro afetivo, vivendo as vezes em regime de "escravidão afetiva", vivenciando relações de dependência em relação ao seu parceiro afetivo.

Algumas pessoas não percebem que estão vivenciando uma relação desigual, e sentem-se felizes por satisfazer os anseios da pessoa amada. Pode-se citar como exemplo, as pessoas que se endividam para pagar as contas da pessoa amada, sem receber nem mesmo um agradecimento em troca.

Outras até percebem que o relacionamento é desigual, porém não conseguem sair sozinhas desta relação, pois temem a solidão e o abandono.

E outra categoria de pessoas que amam demais, sabe que o relacionamento é abusivo, mas teme as consequências do rompimento; são aquelas que se relacionam com pessoas psicóticas, capazes de cometer atos de violência. E mesmo assim, sentem pena do agressor ou nutrem esperança que ele algum dia mude.

Amar não é um ato de submissão

Encontramos em nossa cultura muitos elementos que induzem os indivíduos a acreditarem que "amar é servir", ou que é possível "fazer qualquer coisa por amor", como sugerem algumas músicas (tente se lembrar de alguma, certamente você conseguirá).

Só, que não....

Amar é um ato de troca, não de submissão. Ninguém precisa enfrentar um relacionamento abusivo apenas para ter o status de pessoa comprometida. 

De acordo com o site MADA Paulistana (Mulheres que amam demais), existem alguns critérios que podem ajudar a definir se a mulher pode ser considerada uma "mulher que ama demais". Os critérios foram muito bem escolhidos, e valem também para os homens. são eles:


  1. Torno-me obsessiva com os relacionamentos?
  2. Nego o alcance do problema?
  3. Minto para disfarçar o que ocorre numa relação?
  4. Evito as pessoas para ocultar o problema?
  5. Repito atitudes para controlar a relação?
  6. Sofro acidentes devido à distração?
  7. Sofro mudanças de humor inexplicáveis?
  8. Pratico atos irracionais?
  9. Tenho ataques de ira, depressão, culpa ou ressentimento?
  10. Tenho ataques de violência?
  11. Sinto ódio de mim mesma e me auto-justifico?
  12. Sofro doenças físicas devido a enfermidades produzidas por stress?

A minha experiência clínica possibilita ampliar esta lista e acrescentar mais alguns critérios:
  1. gastar tempo e dinheiro em excesso para atender as necessidades da pessoa amada;
  2. deixar de atender suas necessidades básicas para atender da outra;
  3. romper com a família ou com amigos por causa da pessoa amada;
  4. seguir a pessoa, ou fazer plantão na porta do seu trabalho ou escola;
  5. ter ciúme exagerado;
  6. demonstrar afeto de forma exagerada e sem crítica;
  7. negar os rompimentos, mesmo quando estes são feitos da maneira mais óbvia;
  8. ignorar os sinais de que a outra pessoa não lhe quer;
  9. obedecer cegamente as ordens do outro;
  10. justificar  de forma superficial seus atos de violência ou agressão;
  11. mudar a aparência ou a religião, ou o estilo de vida apenas para satisfazer o outro. Se estas mudanças lhe trazem satisfação, podem ser consideradas legítimas, do contrário são questionáveis;
  12. deixar de trabalhar, estudar ou produzir para pensar sobre a pessoa amada. Etc.
Naturalmente isto é uma aproximação. Existem outros tantos comportamentos que poderiam ser listados aqui.

O que importa mesmo é que a pessoa tenha consciência deste padrão de relacionamento adoecido e busque ajuda psicoterápica.

Amar é uma das melhores coisas da vida. 
As relações afetivas devem ser vivenciadas de modo a promover a saúde e o bem estar dos envolvidos. Certamente, motivos de estresse e desentendimentos permearão as relações, mas isto é esperado. O que não é saudável é vivenciar uma relação onde o seu investimento afetivo é muito superior ao que recebe.

Pense nisso!


Cuide do seu amor

Cuide do seu amor


 agendamento de consulta sulamerica, ajuda emocional, ajuda psicológica, ajuda psicológica, allianz convenio, amil agendamento psicólogo, amil consulta psicólogo, amil psicologia, amil psicologia sp, amil psicólogo, amil psicólogo, amil psicologo sp, amil psicólogos, amil psiquiatra, amil reembolso, amil reembolso acompanhamento, amil reembolso consulta, amil reembolso , psicólogo, amil reembolso psicoterapia, amor a psicologia, amor doente, amor e psicologia, amor na psicologia,amor não correspondido psicologia, amor para psicologia, amor pela, psicologia, amor por psicologia, amor psicologia, amor psicologia comportamental, amor psicólogo, ansiedade cronica como tratar, ansiedade depressão e estresse, apegar, apego psicologia, atendimento psicologico amil sp, atendimento psicológico gratuito sp, auto aceitação, auto estima psicologia, bradesco psicólogo, bradesco reembolso consulta, bradesco reembolso psicólogo, bradesco saude cobre psicólogo, psicólogo, bradesco saude psicologia, bradesco saúde psicologia, bradesco saude psicólogo, bradesco saude psicologo sp, bradesco saude psicólogos, bradesco saude psicologos credenciados, bradesco saude reembolso psicólogo, bradesco saude reembolso psicoterapia, bradesco saude reembolso tabela, carencia afetiva, carência afetiva, carencia afetiva infantil, carencia afetiva no casamento, carencia afetiva psicologia, carência afetiva psicologia, carencia afetiva tratamento, carencia infantil, carencia psicologia, casal de adultos, choque de realidade psicologia, cirurgia bariatrica pelo convenio bradesco, clinica de psicologia vila mariana, clinica para depressão, como funciona o reembolso da sulamerica, como lidar com a culpa, como lidar com a frustração no trabalho, como manter relacionamento, como manter um relacionamento, como tratar a ansiedade, como tratar ansiedade, consulta com psicólogo, consulta com psicologo como funciona, consulta com psicologo preço, consulta psicológica, consulta psicólogo, primeira consulta psicologo grátis, consulta psiquiátrica, consultar psicólogo, consultorio psicológico, convenio allianz, convenio amil, convenio amil psicólogo, convenio bradesco, convenio bradesco marcar consulta com psicóloga, convenio psicologia, convenio psicólogo, convenio sulamerica marcar consulta, convenios psicologia, conversa com psicóloga, dependência afetiva, golden cross consultas, golden cross marcar consulta psicóloga, golden cross reembolso,  golden cross reembolso consulta,  marcação de consulta golden cross,  marcar consulta bradesco saúde,  marcar consulta golden cross,  medial saude marcar consulta pela internet,  o que o psicologo faz na primeira consulta,  omint psicologia,  omint psicólogos,  Omnit,  paixão x amor psicologia,  para que serve a psicologia,  para que serve o psicólogo,  para que serve psicoterapia,  para que serve um psicólogo,  pessoas apaixonadas,  pessoas que somem,  Piscicologa,  Piscicologo,  Piscologa,  Pisicola,  pisicologia infantil,  psicólogo,  plano de saude bradesco cobre psicólogo,  plano saude amil cobre psicólogo,  preço consulta psicologo sp,  psicanalista bradesco saúde,  Psicobiologo,  Psicóloga,  psicologa amil, psicologa amil sp, Psicologa Amil sp,  psicologa amor,  psicologa ana rosa,  Psicologa bradesco, Psicologa bradesco saude, psicologa bradesco saude são paulo, psicologa bradesco saude sp, psicologa bradesco sp, Psicologa bradesco sp, Psicóloga convenio Amil, psicologa convenio bradesco, psicóloga convenio saúde Sulamerica sp,  psicóloga convenio Sulamerica saúde sp,  Psicologa convenio Sulamerica sp,  psicologa convenio sulamerica,  Psicologa convenio Sulamerica,  psicologa do amor,  psicologa e psicoterapeuta,  psicologa em sao Paulo,  psicóloga em são Paulo, psicologa em sp, psicologa pelo bradesco, psicologa que atende amil, psicologa que atende bradesco, psicologa que atende bradesco saúde,psicologa que atende sul américa, psicologa sao Paulo, psicologa são Paulo, psicologa saude bradesco, psicóloga saúde bradesco sp, psicóloga saúde Sul america sp, psicóloga saúde Sulamerica sp, psicologa sp, psicóloga sp, psicologa sul américa, psicóloga Sul america saúde sp, Psicologa Sul america sp, Psicologa Sul america, psicologa sulamerica, psicóloga Sulamerica saúde sp, Psicologa Sulamerica sp, Psicologa Sulamerica, psicologa vila mariana, psicologa whatsapp, psicóloga zona sul, psicólogas, psicologas em são Paulo, psicologia, psicologia  sp, psicologia amil, psicologia amil sp, psicologia amor, psicologia amor não correspondido, psicologia apego, psicologia auto estima, psicologia bradesco,  psicologia bradesco saúde,  psicologia bradesco saude são Paulo,  psicologia bradesco saude sp,  psicologia com amor,  psicologia comportamental amor,  psicologia convenio amil,  psicologia convenio bradesco,  psicologia da afetividade,  psicologia de amor,  psicologia do perdão,  Psicologia dos sentimentos,  psicologia e amor,  psicologia e psicoterapia,  psicologia emocional amor,  psicologia emoções sentimentos,  psicologia infantil,  psicologia infantil amil,  psicologia infantil amil sp,  psicologia infantil bradesco saúde,  psicologia sem fronteiras,  psicologia sentimentos amor,  psicologia sobre o amor,  psicologia sp,  psicologia termino de relacionamento,  psicologia valores,  psicologia vila mariana,  psicólogo,  psicologo bradesco saúde,  psicologo  convenio bradesco,  psicologo  em sp,  psicologo  sp,  psicólogo  sp,  psicologo allianz,  psicólogo amil,  psicólogo amil sp,  Psicologo Amil sp,  psicologo amor,  psicólogo atende bradesco saúde,  psicologo barato,  psicologo barato em sp,  Psicologo bradesco,  psicologo bradesco saúde,  psicólogo bradesco saúde,  psicologo bradesco saude sp,  psicólogo bradesco saúde sp,  Psicologo bradesco sp,  psicologo campinas unimed,  psicologo consulta gratuita em sp,  psicologo consulta gratuito,  psicologo convenio,  psicologo convenio amil,  psicologo convenio amil sp,  psicólogo convenio Amil,  psicologo convenio bradesco,  psicólogo convenio bradesco,  psicologo convenio bradesco saúde,  psicologo convenio bradesco sp,  psicólogo convenio saúde Sulamerica sp,  psicologo convenio sulamerica,  psicólogo convenio Sulamerica saúde sp,  Psicologo convenio Sulamerica sp,  Psicologo convenio Sulamerica,  psicologo do amor,  psicologo em  bradesco,  psicologo em são Paulo,  psicologo em são paulo convenio bradesco,  psicologo em sp,  psicologo golden cross,  psicologo omint,  psicologo pela amil,  psicologo pelo bradesco saúde,  psicologo pelo convenio,  psicologo pelo convenio amil,  psicologo pelo convenio bradesco,  psicologo plano amil,  psicólogo plano bradesco,  psicologo plano bradesco saúde,  psicologo plano de saude amil,  psicologo plano de saude bradesco,  psicologo pode atender pessoas da mesma família,  psicologo preço,  psicologo preço popular sp,  Psicólogo Psicologa convenio bradesco,  psicologo psicoterapeuta,  psicologo que aceita bradesco saúde,  psicologo que atende amil,  psicologo que atende bradesco,  psicologo que atende bradesco saúde,  psicologo que atende bradesco saude sp,  psicologo que atende pela amil,  psicólogo que atende pela amil,  psicólogo que atende pelo bradesco,  psicologo que atende pelo bradesco saúde,  psicologo que atende sulamerica,  psicologo que atende sulamerica sp,  psicologo sp bradesco saúde,  psicologo sao Paulo,  psicologo são Paulo,  psicólogo são Paulo,  psicologo saude bradesco,  psicólogo saúde bradesco sp,  psicólogo saúde Sul america sp,  psicólogo saúde Sulamerica sp,  psicologo sp bradesco saúde,  psicologo sp  primeira consulta gratuita,  psicologo sp zona sul,  psicologo sul américa,  psicologo sul américa,  psicólogo Sul america saúde sp,  Psicologo Sul america sp,  Psicologo Sul america,  psicologo sulamerica,  psicólogo sulamerica,  psicólogo Sulamerica saúde sp,  psicologo sulamerica sp,  Psicologo Sulamerica sp,  psicologo vila mariana,  psicologo zona sul sp,  psicólogos,  psicologos  em sp,  psicologos  sp,  psicologos amil,  psicólogos amil,  psicologos amil sp,  psicologos baratos,  psicologos bradesco,  psicologos bradesco saúde,  psicólogos bradesco saúde,  psicologos bradesco saude sp,  psicólogos bradesco saude sp,  psicologos convenio bradesco,  psicologos em sao Paulo,  psicologos em são Paulo,  psicologos em sp,  psicólogos em sp,  psicologos omint,  psicólogos que atende bradesco saúde sp,  psicólogos que atendem amil,  psicologos que atendem bradesco,  psicologos que atendem bradesco saúde,  psicologos que atendem pela amil,  psicologos que atendem pela amil sp,  psicologos que atendem pelo bradesco,  psicologos que atendem pelo bradesco saúde,  psicologos sao Paulo,  psicologos saude bradesco,  psicologos sem fronteiras,  psicólogos sem fronteiras,  psicologos sulamerica,  psicólogos sulamerica,  psicologos sulamerica sp,  psicopedagogia bradesco saúde,  psicoterapeuta,  psicoterapeuta amil,  psicoterapeuta amil sp,  psicoterapeuta e psicólogo,  psicoterapeuta saude bradesco,  psicoterapeuta saude bradesco sp,  psicoterapeuta sp,  psicoterapeuta sulamerica,  psicoterapeuta sulamerica sp,  psicoterapia,  psicoterapia Amil,  psicoterapia amil, Psicoterapia Amil sp,  psicoterapia ansiedade, psicoterapia autoestima, psicoterapia bradesco saude, psicoterapia saude bradesco , Psicoterapia saúde Sulamerica sp,  psicoterapia sp, psicoterapia sul america, psicoterapia sulamerica, psicoterapia sulamerica sp, Psicoterapia Sulamerica sp,  Psicoterapia Sulamerica,  psiquiatra , psiquiatra  bradesco, psiquiatra bradesco saude , psiquiatra sulamerica, quando procurar psicologo, quando procurar um psicólogo, quantas sessões de terapia o convenio cobre, raiva emoção, raiva psicologia, raiva sentimento, raiva sentimento psicologia, reembolso amil, reembolso bradesco saude psicologo, reembolso golden cross, reembolso psicologo amil, reembolso psicologo bradesco, reembolso psicologo bradesco saude, reembolso psicologo sulamerica, reembolso psicoterapia bradesco, reembolso sulamerica, reembolso sulamerica psicologa, reembolso terapia bradesco, relacionamento dificil, relacionamento perfeito, relacionamento perfeito texto, relacionamentos afetivos, sintomas da paixão, sul america psicologos, sulamerica marcar consulta psicólogo, sulamerica psicólogo, sulamerica reembolso consulta, ter ou não ter eis a questão, ter ou ser, ter ou ser eis a questão, terapeuta bradesco saude, terapia amil, terapia bradesco saude, terapia convenio bradesco, terapia de casal , Terapia de casal bradesco sp,  Terapia de casal bradesco,  Terapia de casal convenio saúde Sulamerica sp,  Terapia de casal convenio Sulamerica saúde sp,  Terapia de casal convenio Sulamerica sp,  Terapia de casal convenio Sulamerica,  Terapia de casal saúde bradesco sp,  Terapia de casal saúde Sul america sp,  terapia de casal sp zona sul, Terapia de casal Sul america,  Terapia de casal Sulamerica saúde sp,  Terapia de casal Sulamerica sp,  Terapia de casal Sulamerica,  terapia de casal traição, terapia para casal , terapia psicologica autoestima, tipos de apego psicologia, tipos de relacionamentos afetivos, tipos de sentimentos psicologia, tipos de vergonha, unimed , valores psicologia, vergonha psicologia, vila mariana,  agendamento de consulta sulamerica, ajuda emocional, ajuda psicologica , ajuda psicológica , allianz convenio, amil agendamento psicologa, amil consulta psicologa, amil psicologia, amil psicologia sp, amil psicologa, amil psicólogo, amil psicologa sp, amil psicologas, amil psiquiatra sp, amil reembolso, amil reembolso acompanhamento, amil reembolso consulta, amil reembolso psicologa, amil reembolso psicoterapia, amor a psicologia, amor doente, amor e psicologia, amor na psicologia, amor não correspondido psicologia, amor para psicologia, amor pela psicologia, amor por psicologia, amor psicologia, amor psicologia comportamental, amor psicologa, ansiedade cronica como tratar, ansiedade depressão e estresse, apegar, apego psicologia, as pessoas somem da nossa vida, atendimento amil sp, atendimento psicológico gratuito sp, auto aceitação psicologia, auto estima psicologia, bradesco psicologa, bradesco reembolso consulta, bradesco reembolso psicologa, bradesco saude cobre psicologa, bradesco saude credenciamento psicologa, bradesco saude psicologia, bradesco saúde psicologia, bradesco saude psicologa, bradesco saude psicologa sp, bradesco saude psicologas, bradesco saude psicologas credenciados, bradesco saude reembolso psicologa, bradesco saude reembolso psicoterapia, bradesco saude reembolso tabela, carencia afetiva, carência afetiva, carencia afetiva infantil, carencia afetiva no casamento, carencia afetiva psicologia, carência afetiva psicologia, carencia afetiva tratamento, carencia infantil, carencia psicologia, casal de adultos, casamento +“conceição bem casados”, chantagem emocional, chantagem emocional no relacionamento, chantagem emocional psicologia, chantagista emocional,  chat,  chat 24 horas, choque de realidade psicologia, cirurgia bariatrica pelo convenio bradesco, clinica de psicologia vila mariana, clinica para depressão , como funciona o reembolso da sulamerica, como lidar com a culpa, como lidar com a frustração no trabalho, como manter relacionamento, como manter um relacionamento, como manter um relacionamento feliz, como tratar a ansiedade, como tratar anciedade, consulta com psicologa, consulta com psicologa como funciona, consulta com psicologa preço, consulta psicologica , consulta psicólogo , primeira consulta psicologa gratis, consulta psiquiatrica , consultar psicólogo , consultorio psicologico , convenio allianz, convenio amil, convenio amil psicologa, convenio bradesco, convênio bradesco, convenio bradesco guia medico, convenio bradesco marcar consulta, convenio bradesco psicologa, convênio bradesco valor, convenio bradesco valores, convenio do bradesco, convenio psicologia, convenio psicologa, convenio sulamerica marcar consulta, convenio sulamerica preço, convenio sulamerica valores, convenios psicologia, convenios sulamerica, conversa com psicologa , dependência afetiva, dependência afetiva psicologia, desejo de ser aceito, diferença entre amor e paixao, diferença entre amor e paixão, diferença entre amor e paixão filosofia, diferença entre amor e paixão psicologia, diferença entre atração e paixão, diferença entre paixão e amor, diferentes tipos de apego, dificuldade de comunicação, dificuldade de demonstrar afeto, dificuldade de expressar sentimentos, dificuldade de expressar sentimentos psicologia, dificuldade de relacionamento, dificuldade de relacionamento afetivo, dificuldade em demonstrar afeto, dificuldade em demonstrar sentimentos, dificuldade em expressar sentimentos, dificuldade em relacionamento, dificuldade no relacionamento, distorções cognitivas como mudar, distorções cognitivas exemplos, emoção de raiva, emoção raiva, emoções psicologia, emoções raiva, falar sobre amor, fases de luto, fases do luto, fases luto, fazer terapia , golden cross consultas, golden cross marcar consulta psicologa, golden cross reembolso, golden cross reembolso consulta, goldencross reembolso, identificação mecanismo de defesa, imagem dizendo ao contrario, infidelidade conjugal psicologia, insegurança no relacionamento psicologia, inveja de casal, inveja melanie klein, inveja para melanie klein, inveja psicologia, ira raiva psicologia, lei da atração amor não correspondido, livros de psicoterapia, marcação de consulta golden cross, marcar consulta bradesco saude, marcar consulta golden cross, medial saude marcar consulta pela internet, minha alma gemea, mulheres castradoras, narcisimo, narcisismo, narcismo, narcizismo, nascisismo, necessidade de aceitação, necessidade de aceitação psicologia, necessidade de aceitação social, necessidade de agradar, necessidade de aprovação psicologia, necessidade de ser aceito, o que é dependencia afetiva, o que é o perdão, o que é perdão, o que é perdoar, o que é relacionamento afetivo, o que o psicologa faz na primeira consulta, o que são sentimentos, o que significa correspondido, o que significa perdão, o que significa perdoar, o todo é diferente da soma das partes, omint precios 2015, omint psicologia, omint psicólogos, omint significado, Omnit, orientação psicologica , paixao e amor, paixão não correspondida o que fazer, paixão sintomas, paixão x amor psicologia, para que serve a psicologia, para que serve o psicólogo, para que serve psicoterapia, para que serve um psicologa, perdão psicologia, pessoas agem, pessoas apaixonadas, pessoas que somem, pessoas somem, Piscicologa, Piscicologo, Piscologa, Pisicola, pisicologia infantil, pisicologo , plano de saude bradesco cobre psicologa, plano saude amil cobre psicologa, porque as, porque as pessoas somem, porque as pessoas somem das nossas vidas, porque o psicologa nao pode atender conhecidos, porque psicologa não pode atender parente, preço consulta psicologa sp, primeira consulta grátis,  primeira consulta psicologa, psicanalista bradesco saude, Psicobiologo, psicologa  chat, psicologa amil, psicologa amil sp, Psicologa Amil sp,  psicologa amor, psicologa ana rosa, Psicologa bradesco, Psicologa bradesco saude, psicologa bradesco saude são paulo, psicologa bradesco saude sp, psicologa bradesco sp, Psicologa bradesco sp, Psicóloga convenio Amil, psicologa convenio bradesco, psicóloga convenio saúde Sulamerica sp,  Psicologa convenio Sulamerica sp,  psicologa convenio sul america,  Psicologa convenio Sulamerica,  psicologa do amor, psicologa e psicoterapeuta, psicologa em sao paulo, psicóloga em são paulo, psicologa em sp, psicologa pelo bradesco, psicologa que atende amil, psicologa que atende bradesco, psicologa que atende bradesco saude, psicologa que atende sul america, psicologa sao paulo, psicologa são paulo, psicologa saude bradesco, psicóloga saúde bradesco sp,  psicóloga saúde Sul america sp,  psicóloga saúde Sulamerica sp,  psicologa sp, psicóloga sp, psicologa sul america, psicóloga Sul america saúde sp,  Psicologa Sul america sp,  Psicologa Sul america,  psicologa sulamerica, psicóloga Sulamerica saúde sp,  Psicologa Sulamerica sp,  Psicologa Sulamerica,  psicologa vila mariana, psicologa whatsapp, psicóloga zona sul, psicólogas , psicologas em são Paulo, psicologia, psicologia  sp, psicologia amil, psicologia amil sp, psicologia amor não correspondido, psicologia apego, psicologia auto estima, psicologia bradesco, psicologia bradesco saude, psicologia bradesco saude são paulo, psicologia bradesco saude sp, psicologia com amor, psicologia comportamental amor, psicologia convenio amil, psicologia convenio bradesco, psicologia da afetividade, psicologia de amor, psicologia do perdão, Psicologia dos sentimentos, psicologia e amor, psicologia é amor, psicologia e psicoterapia, psicologia emocional amor, psicologia emoções sentimentos, psicologia infantil, psicologia infantil amil, psicologia infantil amil sp, psicologia infantil bradesco saude, psicologia inteligente, psicologia mitos, psicologia para colorir, psicologia por amor, psicologia positiva curso , psicologia raiva, psicologia sem fronteiras, psicologia sentimentos amor, psicologia sobre o amor, psicologia sp, psicologia termino de relacionamento, psicologia valores, psicologia vila mariana, psicologa , psicológo , psicologa  bradesco saude, psicólogo  chat, psicologa  convenio bradesco, psicologa  em sp, psicologa  sp, psicólogo  sp, psicologa a domicilio, psicologa allianz, psicólogo amil, psicologa amil curitiba, psicologa amil rj, psicólogo amil sp, Psicologa Amil sp,  psicologa amor, psicólogo atende bradesco saude, psicologa barato, psicologa barato em sp, Psicologa bradesco, psicologa bradesco saude, Psicologa bradesco saúde, psicólogo bradesco saude, psicólogo bradesco saúde, psicologa bradesco saude sp, psicólogo bradesco saúde sp, Psicologa bradesco sp,  psicologa campinas bradesco saude, psicologa campinas unimed, psicologa consulta gratuia em sp, psicologa consulta gratuito, psicologa convenio, psicologa convenio amil, psicologa convenio amil sp, psicólogo convenio Amil,  psicologa convenio bradesco, psicólogo convenio bradesco, psicologa convenio bradesco saude, psicologa convenio bradesco sp, psicólogo convenio saúde Sulamerica sp,  psicologa convenio sulamerica, psicólogo convenio Sulamerica saúde sp,  Psicologa convenio Sulamerica sp,  Psicologa convenio Sulamerica,  psicologa do amor, psicologa em  bradesco, psicologa em  gratuito, psicologa em são paulo, psicologa em são paulo convenio bradesco, psicologa em sp, psicologa golden cross, psicologa omint, psicologa pela amil, psicologa pelo bradesco saude, psicologa pelo convenio, psicologa pelo convenio amil, psicologa pelo convenio bradesco, psicologa plano amil, psicólogo plano bradesco, psicologa plano bradesco saude, psicologa plano de saude amil, psicologa plano de saude bradesco, psicologa pode atender parentes, psicologa pode atender pessoas da mesma familia, psicologa preço, psicologa preço popular sp, Psicólogo Psicologa convenio bradesco,  psicologa psicoterapeuta, psicologa que aceita bradesco saude, psicologa que atende amil, psicologa que atende bradesco, psicologa que atende bradesco saude, psicologa que atende bradesco saude sp, psicologa que atende pela amil, psicólogo que atende pela amil, psicólogo que atende pelo bradesco, psicologa que atende pelo bradesco saude, psicologa que atende sulamerica, psicologa que atende sulamerica sp, psicologa rj bradesco saude, psicologaVila Mariana sulamerica, psicologa sao Paulo, psicologa são Paulo, psicólogo são Paulo, psicologa saude bradesco, psicólogo saúde bradesco sp,  psicólogo saúde Sul america sp,  psicólogo saúde Sulamerica sp,  psicologa sorocaba unimed, psicologa sp, psicologa sp bradesco saude, psicologa sp gratuito, psicologa sp zona sul, psicologa sul america, psicologa sul america , psicologa sul americaVila Mariana, psicólogo Sul america saúde sp,  Psicologa Sul america sp,  Psicologa Sul america,  psicologa sulamerica, psicólogo sulamerica, psicólogo Sulamerica saúde sp,  psicologa sulamerica sp, psicologa sulamerica, psicologa vila mariana, psicologa virtual gratis, psicólogo virtual gratuito, psicologa zona sul, psicologa zona sul sp, psicologas , Psicólogos, psicologas  em sp, psicologas  gratuitos, psicologas  on line, psicologas  sp, psicologas amil, psicólogos amil, psicologas amil sp, psicologas baratos, psicologas bradesco, psicologas bradesco saude, psicólogos bradesco saude, psicologas bradesco saude sp, psicólogos bradesco saude sp, psicologas convenio bradesco, psicologas em sao Paulo, psicologas em são Paulo, psicologas em sp, psicólogos em sp, psicologas gratuitos sp, psicologas omint, psicólogos que atende bradesco saúde sp, psicólogos que atendem amil, psicologas que atendem bradesco, psicologas que atendem bradesco saude, psicologas que atendem pela amil, psicologas que atendem pela amil sp, psicologas que atendem pelo bradesco, psicologas que atendem pelo bradesco saude, psicologas sao paulo, psicologas saude bradesco, psicologas sem fronteiras, psicólogos sem fronteiras, psicologas sulamerica, psicólogos sulamerica, psicologas sulamerica sp, psicopedagogia bradesco saude, psicoterapeuta, psicoterapeuta amil, psicoterapeuta amil sp, psicoterapeuta e psicologa, psicoterapeuta saude bradesco, psicoterapeuta saude bradesco sp, psicoterapeuta sp, psicoterapeuta sulamerica, psicoterapeuta sulamerica sp, psicoterapia, psicoterapia Amil, psicoterapia amil, Psicoterapia Amil sp,  psicoterapia ansiedade, psicoterapia autoestima, psicoterapia bradesco saude, psicoterapia saude bradesco , Psicoterapia saúde Sulamerica sp,  psicoterapia sp, psicoterapia sul america, psicoterapia sulamerica, psicoterapia sulamerica sp, Psicoterapia Sulamerica sp,  Psicoterapia Sulamerica,  psiquiatra , psiquiatra  bradesco, psiquiatra bradesco saude , psiquiatra sulamerica, quando procurar psicologa, quando procurar um psicólogo, quantas sessões de terapia o convenio cobre, raiva emoção, raiva psicologia, raiva sentimento, raiva sentimento psicologia, reembolso amil, reembolso bradesco saude psicologa, reembolso golden cross, reembolso psicologa amil, reembolso psicologa bradesco, reembolso psicologa bradesco saude, reembolso psicologa sulamerica, reembolso psicoterapia bradesco, reembolso sulamerica, reembolso sulamerica psicologa, reembolso terapia bradesco, relacionamento dificil, relacionamento perfeito, relacionamento perfeito texto, relacionamentos afetivos, sintomas da paixão, sul america psicologas, sulamerica marcar consulta psicólogo, sulamerica psicólogo, sulamerica reembolso consulta, ter ou não ter eis a questão, ter ou ser, ter ou ser eis a questão, terapeuta bradesco saude, terapia  porto alegre, terapia amil, terapia bradesco saude, terapia convenio bradesco, terapia de casal , Terapia de casal bradesco sp,  Terapia de casal bradesco,  Terapia de casal convenio saúde Sulamerica sp,  Terapia de casal convenio Sulamerica saúde sp,  Terapia de casal convenio Sulamerica sp,  Terapia de casal convenio Sulamerica,  Terapia de casal saúde bradesco sp,  Terapia de casal saúde Sul america sp,  terapia de casal sp zona sul, Terapia de casal Sul america,  Terapia de casal Sulamerica saúde sp,  Terapia de casal Sulamerica sp,  Terapia de casal Sulamerica,  terapia de casal traição, terapia para casal , terapia psicologica autoestima, tipos de apego psicologia, tipos de relacionamentos afetivos, tipos de sentimentos psicologia, tipos de vergonha, unimed , valores psicologia, vergonha psicologia,  vila mariana,  Dizem que se conselhos fossem bons, não seriam gratuitos. Porém, vou arriscar e deixar aqui um conselho para todos aqueles que vivenciam um relacionamento afetivo, mas não têm a menor ideia de como agir para que a relação seja promissora: CUIDE DE SEU AMOR.
No atual momento sócio-histórico, onde as dificuldades permeiam todos os âmbitos da vida cotidiana, é natural que os indivíduos busquem nos relacionamentos afetivos um porto seguro, onde possam se ancorar durantes as tempestades. 

As pessoas estão cada vez mais inseguras, pois não existem certezas absolutas. Neste cenário, a busca pelos relacionamentos afetivos também pode ser entendida como a busca por acolhimento e segurança.

Se você está em um relacionamento, cuide de seu amor: mostre a ele que é seguro estar ao seu lado. Como? Bem, creio que não existem fórmulas prontas, por isso vou deixar algumas sugestões, ok?

  • Preste atenção ao que o outro fala, para que a comunicação possa ter continuidade;
  • Ouça as queixas, ajudando o (a) parceiro (a) a ampliar a compreensão sobre o tema;
  • Evite críticas - substitua-as por comentários construtivos;
  • Demonstre confiança; Se algo não estiver bem na relação, recorra ao diálogo, evitando acusações infundadas;
  • Demonstre amor com atitudes de cuidado, como suprir as pequenas necessidades do outro; 
  • Não grite. Exponha seus pontos de vista com calma;
  • Antes de cobrar, verifique se você tem feito a sua parte, e se a sua parte é proporcional à parte do outro;
  • Evite atitudes egoístas, pois nem sempre a sua necessidade é maior que a do outro;
  • Aprenda a partilhar coisas materiais, afetos, e carinhos.

agendamento de consulta sulamerica, ajuda emocional, ajuda psicológica, ajuda psicológica, allianz convenio, amil agendamento psicólogo, amil consulta psicólogo, amil psicologia, amil psicologia sp, amil psicólogo, amil psicólogo, amil psicologo sp, amil psicólogos, amil psiquiatra, amil reembolso, amil reembolso acompanhamento, amil reembolso consulta, amil reembolso , psicólogo, amil reembolso psicoterapia, amor a psicologia, amor doente, amor e psicologia, amor na psicologia,amor não correspondido psicologia, amor para psicologia, amor pela, psicologia, amor por psicologia, amor psicologia, amor psicologia comportamental, amor psicólogo, ansiedade cronica como tratar, ansiedade depressão e estresse, apegar, apego psicologia, atendimento psicologico amil sp, atendimento psicológico gratuito sp, auto aceitação, auto estima psicologia, bradesco psicólogo, bradesco reembolso consulta, bradesco reembolso psicólogo, bradesco saude cobre psicólogo, psicólogo, bradesco saude psicologia, bradesco saúde psicologia, bradesco saude psicólogo, bradesco saude psicologo sp, bradesco saude psicólogos, bradesco saude psicologos credenciados, bradesco saude reembolso psicólogo, bradesco saude reembolso psicoterapia, bradesco saude reembolso tabela, carencia afetiva, carência afetiva, carencia afetiva infantil, carencia afetiva no casamento, carencia afetiva psicologia, carência afetiva psicologia, carencia afetiva tratamento, carencia infantil, carencia psicologia, casal de adultos, choque de realidade psicologia, cirurgia bariatrica pelo convenio bradesco, clinica de psicologia vila mariana, clinica para depressão, como funciona o reembolso da sulamerica, como lidar com a culpa, como lidar 

Relacionamentos vazios, sem conteúdo e cansativos





Seguindo a linha de pensamento de Zigmunt Bauman, filósofo contemporâneo que trata sobre Modernidade Líquida, decidi me apronfudar em questões que envolvem relações afetivas, por considerar a pertinência do assunto para o bem estar BioPsicoSocial dos indivíduos.



Estamos vivendo a "Era do Vazio" onde os relacionamentos obedecem a lógica do capitalismo, sob o lema, "do ter é mais importante que ser" . Neste cenário, as relações são estabelecidas com base em perfis, sejam eles criados em aplicativos de relacionamentos, em redes sociais, ou perfis corporativos ou acadêmicos.

*psicologa sulamerica em sp*

O que se perde com isso?


Quando escolhemos pessoas com bases em seus perfis, deixamos de considerar que somos pessoas em movimentos, sujeitos as mudanças conforme as variações do ambiente.

Com o tempo, as relações estabelecidas desta forma vão ficando cada vez mais vazias de conteúdos, pois se os indivíduos não conseguirem se adaptar as modificações que ocorrem na 
existência ( sua e do outro) dificilmente ampliarão sua capacidade de lidar com conflitos. 

Deste modo, todo e qualquer problema parecerá imenso: a intolerância com pequenos defeitos cresce; o nível de exigência aumenta; os indivíduos passam a controlar mais e amar menos; perde-se a espontaneidade, a originalidade e com o tempo, duas pessoas vazias estarão tentando construir uma relação baseada apenas em projeções.

Que tal fugir deste modelo e construir uma relação baseada no ser? Que tal conhecer a pessoa que está ao seu lado, avaliar o que ela gosta, quem ela é, de que forma se constitui como ser-no-mundo, deixando de lado seu status social, sua aparência física?

Que tal ser sincero (a) com as pessoas, deixando os joguinhos de sedução de lado, buscando agradar apenas quem lhe agradar de fato? Dói muito ser iludido (a) por alguém que só quer brincar de conquistar. 

Se cada um de nós fizer sua parte, certamente teremos um universo afetivo com mais qualidade.







Discutir a relação é útil?

Alguns relacionamentos afetivos começam quando os pares encontram pontos de afinidade entre si: As pessoas se conhecem e tendem a se analisar mutuamente, a fim de observar os pontos que existem em comum, para que possam estabelecer conexões. E geralmente encontram muitos conectores: as ideias são parecidas, os gostos, o padrão de vida, etc.



Psicologa bradesco sp, reembolso, psicólogo, psicóloga saúde bradesco sp, psicóloga sul américa Sp, psicóloga amil sp, psicóloga saúde bradesco sp, psicóloga allianz sp, por reembolso, psicoterapia, primeira consulta grátis, crianças, adultos, casal, vila mariana, são Paulo.




Mas por algum motivo, o relacionamento (que começou bem promissor) começa a sofrer alguns arranhões, que podem se tornar feridas, úlceras, metástases e ir a óbito.

Um destes motivos é a falta de comunicação assertiva: a maioria das pessoas tem dificuldade em expressar sentimentos, emoções e aborrecimentos e acaba emitindo comportamentos opostos ao esperado naquele contexto.

Ser assertivo é saber qual a ferramenta de comunicação correta que se deve usar em determinadas situações. Para ilustrar, vou citar alguns exemplos que ocorrem na vida cotidiana:

Caso 01



Um rapaz e uma moça, na fase da paquera, buscam aproximação. 



Em um dado momento,  a ansiedade do rapaz aumenta ( a timidez também) e ao invés de se declarar,  diz alguma coisa que possa deixar a moça enciumada, a fim de verificar o que ela sente, por meio de sua reação.



Consequência: ela se afasta pois a fala dele pôde ser interpretada como um possível desinteresse.



Comportamento adequado: 

Ao perceber a ansiedade aumentando, por causa da aproximação, seria esperado que demonstrasse o que sente de forma mais aberta. Caso a timidez tivesse um papel impeditivo, poderia prosseguir no comportamento de aproximação, até perceber uma abertura maior da parte da moça, que certamente poderia ocorrer em um curto espaço de tempo.



Caso 02


Um casal que já está em relacionamento há algum tempo.
O rapaz quer ir ao futebol com os amigos, mas teme a reação da parceira. Ao invés de falar abertamente, faz inúmeros rodeios, que acabam por deixar a parceira mais irritada, e isto pode levar a um D.R. (Discutir a Relação).



Comportamento adequado:

O rapaz deve comunicar (não pedir, nem implorar) que irá ver o futebol e convidar a moça a ir junto, mesmo que ela fique irritada (certamente a irritação passará cedo ou tarde); 
A moça poderá questionar sobre a hora que começa e termina, e poupar o parceiro das ameaças ou críticas.



Caso 03



Um casal onde a moça é muito bonita, e o rapaz,  que a considera superior,  tende a emitir comportamentos que possam diminui-la, para garantir sua fidelidade. ("Baixar a bola dela")



Este caso é mais complexo e exige que o rapaz faça psicoterapia para resgatar sua autoestima. Porém, enquanto isso não ocorre, é importante que ele compreenda que se a moça o escolheu, é porque tem autonomia de escolha é com ele que deseja estar. 

É fundamental, neste caso, que a moça não ceda as chantagens emocionais, mas se mostre compreensiva com o parceiro, se possível, levando-o até um psicoterapeuta.





Comunicação mediada por Comunicadores sociais (Whatsapp, Facebook, etc..)




A CMC (comunicação mediada por computador ou celular) deveria em tese, promover a aproximação e o entendimento entre as pessoas, e no entanto, o que temos verificado na prática clínica é o contrário: as pessoas parecem não se entenderem, nem com relação ao conteúdo das mensagens, nem com relação à forma como elas são visualizadas.



Alguns indivíduos exigem respostas imediatas de suas mensagens, pois a consideram relevantes para o outro. Fica difícil compreender  que o receptor da mensagem pode, naquele momento ter outras prioridades. 



É difícil para alguns emissores aceitarem que não são prioridade na vida do receptor 100% do tempo. E que a pessoa amada prioriza outras atividades, que não o incluem. 

Para outros, é difícil compreender que o ser amado tenha amigos, tenha interesses diversos dos seus. Que tenha uma vida fora do relacionamento.



A comunicação mediada pelos meios eletrônicos deveria servir como forma de aproximação entre os casais, jamais como forma de controle da vida alheia. è importante que os pares aprendam a se policiar para não se tornarem invasivos demais, e desta forma, acabar com a relação, que tinha tudo para dar certo.



Naturalmente, a culpa não é do Whatsapp, do Facebook, do celular, do Tinder, etc.., mas sim da forma como as pessoas colocam estas ferramentas a serviço dos seus caprichos.



Conclusão



Devemos considerar, que quando estamos numa relação, o outro também tem lá suas dificuldades de expor ideias, e desta forma, emite comportamentos nem sempre compreensíveis. Por misso, é bom manter a clareza, a concisão e a objetividade os diálogos, afinal a intimidade deve extrapolar o leito conjugal, e fazer parte do cotidiano do casal.



Experimente: quando algo no comportamento ou no discurso do outro não estiver dentro dos princípios da coerência, tente expor com clareza seu ponto de vista e perguntar ao outro qual o sentido daquela atitude. Agindo assim, você certamente estará se preparando para vivenciar relações com mais qualidade.









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

postagens aleatórias